Projetos em destaque // Concessões e PPPs – Estudos de Viabilidade

  • Estudo de Viabilidade Tecnicoeconômica do Processo de Produção e Logística do Gesso da Região do Araripe, Pernambuco

    Maior produtor nacional de gesso e derivados, o Pólo Gesseiro do Araripe (PGA), localizado no sertão pernambucano, tem enfrentado fortes restrições por parte dos órgãos ambientais, devido ao uso predatório da lenha como fonte de energia para o processo de calcinação da gipsita. Além disso, a iminência da operação da Ferrovia Trasnordestina traz um amplo conjunto de novas oportunidades e ameaças, ratificando o momento decisivo que vive o pólo. Diante desse cenário, a Projetec procurou apresentar soluções ambientalmente viáveis para a matriz energética do pólo e identificar pacotes tecnológicos compatíveis com a matriz energética definida e que representassem o estado da arte da produção de gesso. Por fim, avaliou a viabilidade econômico-financeira da alternativa escolhida.

    Lenha nativa usada na calcinação da gipsita.

    Com uma equipe multidisciplinar, composta por engenheiros civis, mecânicos e de minas e economistas, o estudo feito pela Projetec foi inovador à medida que analisou este importante Arranjo Produtivo Local (APL) em todos os seus aspectos, com profundidade e rigor científicos. Inicialmente, foram analisados os macro condicionantes do desempenho do PGA na próxima década, identificando-se forte correlação entre os desempenhos do pólo e da indústria da construção civil, seu principal mercado, bem como da economia nacional. Posteriormente, tratou-se de identificar o estado da arte da tecnologia mundial de calcinação de gipsita, bem como diagnosticar a tecnologia dominante no pólo atualmente.

    Forno tipo Marmita Horizontal Rotativo em operação no Araripe.

    Através de uma análise minuciosa da questão energética, com diagnóstico da situação atual e perspectivas para o futuro, concluiu-se que a biomassa deve predominar na matriz energética do pólo, a partir de planos de manejo e florestamento. Além das vantagens técnicas e econômicas, o uso da biomasssa nesses moldes pode tornar-se um importante gerador de renda e emprego na região. Por fim, foram analisadas as combinações entre tecnologias e combustíveis, a partir de critérios sociais, econômicos e ambientais, utilizando sistema de pontuação, de forma a eleger a melhor combinação.

  •  

    Viabilidade Comparativa da Produção do Etanol no Canal do Sertão Baiano-Pernambucano e no Centro-Oeste do Brasil

    A Projetec elaborou os estudos de viabilidade comparativa da produção de etanol e geração de energia elétrica a partir da cana-de-açúcar no Canal do Sertão Pernambucano e no Centro-Oeste brasileiro, contratados por um consórcio que incluiu a Petrobras, Odebrecht, Queiroz Galvão, Toyota Tsucho e Itochu. Os estudos foram realizados para verificar a viabilidade da implantação de um canal de adução, com vazão de 71.4 m3/s e mais de 100 km de extensão, para irrigação de 60 mil hectares de cana-de-açúcar na fronteira entre Pernambuco e Bahia.

    A Projetec participou da elaboração do projeto de engenharia do canal, contratada pela Codevasf. O estudo aqui descrito foi concebido com base na demanda crescente de combustíveis verdes ao redor do mundo. O estudo comparou as condições de plantio e produção na área do Canal do Sertão e no Centro-Oeste, tendo em vista o interesse de desenvolver a região semi-árida do Nordeste e a evidência de que a expansão do plantio de cana nesta região teria que enfrentar a concorrência da opção mais evidente, a da expansão da fronteira agrícola do Centro-Oeste.

    Os estudos envolveram:

    • » a revisão da concepção de engenharia e agronômica do projeto, incluindo a revisão do estado da arte da ferti-irrigação da cana por gotejo;
    • » a modelagem dos dois negócios envolvidos, a saber, o negócio de produção e distribuição de água e o negócio de produção de cana, etanol e energia;
    • » a modelagem dos dois negócios envolvidos, a saber, o negócio de produção e distribuição de água e o negócio de produção de cana, etanol e energia;
    • » as simulações do efeito sobre a viabilidade da participação público-privada na implantação do projeto; e
    • » a comparação da viabilidade do projeto do Canal do Sertão e das fazendas do Centro-Oeste.
  •  

    Estudo De Viabilidade Técnica E Ambiental E Projeto Básico Da Ligação Nossa Senhora Do Ó/Av. Portuária (Suape)

    Os estudos realizados visam determinar a viabilidade técnica e ambiental da ligação rodoviária entre a Avenida Portuária do Complexo Industrial Portuário de Suape e o distrito de Nossa Senhora do Ó, no município de Ipojuca. Foram realizados estudos funcionais e a avaliação da viabilidade técnica de cada alternativa possível, contendo análises geológicas, hidrológicas, topográficas, de traçado e geotécnicas, além dos estudos ambientais. Os estudos geraram um projeto conceitual das alternativas técnicas para a execução da ligação, contendo todas as diretrizes para seleção da melhor opção. Após definição da melhor alternativa, foi desenvolvido projeto básico de engenharia rodoviária, contemplando terraplenagem, pavimentação, drenagem, obras correntes, obra d’arte especiais e iluminação pública.

  •  

    Estudos De Viabilidade Do Terminal Granéis Sólidos e do Novo Terminal De Contêineres de Suape

    Os estudos de viabilidade econômica e financeira do Terminal de Granéis Sólidos do Porto de Suape, em desenvolvimento pela Projetec, têm como principal objetivo a busca da otimização da operação e do crescimento da movimentação de cargas. Dessa maneira, têm sido realizados estudos para redução de custos portuários e aumento do desempenho operacional, além da melhora da qualidade dos serviços portuários, visando implantar, assim, um ambiente de alta competitividade. Os estudos têm sido desenvolvidos com base em avaliações de diversos níveis, englobando as abordagens institucional, operacional, patrimonial e econômicofinanceira do empreendimento.

  •  

    Principais clientes

    • » Petrobras
    • » Odebrecht
    • » Queiroz Galvão
    • » Toyota Tsucho e
    • » Itochu